Blog

07 fev 2019

Qual seu perfil, afinal?

Esses dias vi um post muito pertinente no LINKEDIN falando sobre perguntas que muitas vezes os candidatos a uma vaga de emprego, não conseguem responder direito. Uma delas era responder no que você se considera bom e a autora do post, dizia que muitas pessoas não sabem responder bem essa pergunta por falta de preparo ou não se conhecer o suficiente para ter certeza no que é bom de fato. Um dos comentários deste post dizia o seguinte: “Depende…Eu estudaria a oportunidade e a empresa e responderia a qualidade que está mais próxima do perfil exigido pela vaga e que tb seja comum a mim. Portanto, não há uma resposta padrão para todas as entrevistas.(…)”.

Leia mais

Essa pessoa talvez esteja esquecendo de analisar algumas coisas que parecem detalhes mas são fundamentais para a vida dela. Se considerarmos logicamente o argumento dela, acredito que a afirmação está correta mas não é bem assim que a banda toca. Primeiro que ela jamais saberá exatamente o perfil que o empregador está buscando, jamais! Segundo que não vai adiantar muito ela tentar se moldar para esse tal perfil que ela diz que pode se adequar. Veja, vamos supor que ela consiga “enganar” o empregador e demonstre ser esse perfil que o empregador está buscando. Por quanto tempo ela consegue manter este perfil que ela “vendeu”? Será que ela própria ficará satisfeita trabalhando em um perfil que não necessariamente é o dela? Afinal o perfil é bom para quem?

O mundo está mudando e bem rápido, mas as pessoas continuam achando que existe um perfil X que elas precisam se enquadrar. Não mais! A empresa que você está se candidatando tem o perfil que lhe agrade? O plano de carreira que ela oferece, bate com o seu plano de carreira? (Sim, você precisa ter o seu plano de carreira)

Por fim, tenho que lhe dizer que O MELHOR PERFIL DO MUNDO PARA QUALQUER EMPREGADOR é ser quem você realmente é! Pois assim, a chance de você ou o empregador ficarem insatisfeitos depois de 3 meses de trabalho é muito menor.

TMJ!

Marcos Caldas Brito
Sou fundador e sócio da CREARTCODE, uma agencia que há 10 anos trabalha com foco na felicidade dos seus colaboradores.

Deixar Um Comentário