Blog

16 jun 2021

Parceria é tudo para sobrevivência sadia de um negócio!

O mundo corporativo gasta de maneira negativa termos que chega a distorcê-los e até esvaziá-los de sentido. Por exemplo, os mais velhos se lembrarão do termo “reengenharia” onde as organizações batizavam, equivocadamente, toda a iniciativa de demissões em massa como reengenharia de negócio. Assim, era uma vez uma ferramenta gerencial importante que acabou caindo em descrédito.

A ideia de parceria de negócios corro o mesmo risco. Cada vez mais vemos fornecedores declarando ter como foco desenvolver uma parceria com seus clientes, sem se importar que esta relação seja de mera troca de um bem ou prestação de serviço por uma compensação financeira. Sem qualquer valor agregado no processo. Ao que tudo indica, temos aqui mais um caso errôneo de uso de um termo tão relevante para estratégias de negócios.


Leia mais

Mas então, conceitualmente o que podemos chamar verdadeiramente de parceria?

“Parceria tem sua origem na palavra “todo, porção” em latim. Em uma tradução livre, parceria seria a “porção que se transforma no todo”. Assim, uma parceria de negócios, em sua essência, significa a união de partes que juntas, constroem um todo maior do que ele seria se continuassem separadas.”

Com o avançado acesso à tecnologia, as organizações protagonizam um novo ambiente empresarial conseguindo obter escala em seus negócios, sem dominar suas cadeias de valor, em vez disso, influenciam suas cadeias de valor. Hoje se tem muito valor quando as nossas empresas tem influência sobre uma rede poderosa de agentes que realizam inúmeras interações em seu ambiente e, dessa forma, geram negócios. Tudo isso sem que a empresa em si, tenha feito investimentos proporcionais, sem construir fábricas, pontos de vendas físicos e outras estruturas antes necessárias para o escalonamento acontecer.

Veja, a Apple foi precursora nesse movimento. Na época, quando lançou o iPod, poucas pessoas perceberam que por trás dos aparelhos, estava sendo estruturada uma plataforma que une desenvolvedores de aplicativos de um lado e usuários que se transformaram em consumidores de aplicações e serviços. Na verdade, a Apple é uma plataforma de negócios, que foram baseadas no conceito de parcerias, onde essa plataforma em 2018, gerou U$ 100 bilhões de receita aos seus mais de 20 milhões de desenvolvedores.

Neste caso específico, trata-se de estratégia de parceria baseada em plataformas utilizando o efeito de rede. De acordo com esse conceito, o poder de um ambiente ganha valor adicional à medida que mais pessoas passam a utilizá-lo. As empresas que conseguem atrair mais pessoas para sua rede, tem uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes mesmo sem deter o controle total do seu ciclo produtivo.

Este é só uma das várias formas de se fazer parceria. Destaco aqui 5 condições para formação de uma aliança estratégica poderosa:

– Transferência de conhecimento
– Afinidade de visões das empresas
– Bom relacionamento entre as pessoas
– Mudança de mentalidade de todos nas organizações
– Seleção de parceiro pelo perfil e pela confiança mútua

Parceria é tudo para sobrevivência sadia de um negócio!

Marcos Caldas Brito
Co-fundador e Sócio da agência CREARTCODE.